CALOURADA NO AEL TEM PÚBLICO PÚBLICO RECORDE

Aconteceu no AEL dia 22 de março de 2017 a exibição do filme Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil, seguida de uma roda de conversa com o pesquisador Sidney Aguilar Filho. O evento compôs a primeira Calourada no AEL e contou com a participação de cerca de 90 pessoas, o maior número recebido em eventos no AEL desde a mudança para a sede nova em 2009.

Com emocionantes depoimentos e profundo debate político e acadêmico a cerca do racismo no Brasil, o sucesso do evento demonstra a importância da dedicação do AEL no contato e aproximação permanentes com os estudantes do IFCH e demais membros da comunidade universitária.

Ainda como parte da Calourada, o Arquivo realizará uma visita guiada no dia 29 de março às 15h, com o intuito de apresentar as diferentes temáticas e possibilidades de pesquisas do acervo do AEL, bem como a diversidade de trabalho e instalações.

Até dia 29 de março os pesquisadores do AEL poderão visitar as exposições “Fascismo no Brasil do Século XX” e “Movimento Estudantil Brasileiro nas décadas de 1970 e 80”, expostas na sede da instituição.